terça-feira, 15 de janeiro de 2013

SEM SAUDADES

a lua míngua
igual a um pássaro sem ninho
eu não sou pássaro mas vôo
eu não sou pássaro mas canto
e vivo à míngua do meu canto

Nenhum comentário: