segunda-feira, 14 de agosto de 2017

COURO DO TEMPO



não adianta querer saber
o que vai acontecer
com o nosso couro retirado
se vai se transformar numa bolsa
ou se vai cobrir um banco
não adianta querer saber
se o que ficou
em carne viva
sente que se tornou uma ferida
ou se transformou
em outro tipo de pele
mais leve
não adianta querer saber
se a dor se transformou
em outro sentimento
ou é apenas a lembrança
de outro momento
não adianta
o tempo não ajuda
o tempo não sabe o que faz
ontem ele estava aqui
hoje não está mais
não adianta querer saber
quando tudo vai parar
nunca estaremos lá

Nenhum comentário: