terça-feira, 12 de maio de 2009

MADRUGAL

insone
busco no músculo
um sonho um siso

o suor das horas
e o meu
saem do mesmo poro

deploro o sol
que se esconde
em minha fronte

entre os seus dentes
a luz me quer
mastigado abraço
amanheço

Nenhum comentário:

RUA BENFICA

  o mais antigo numa casa antiga é o silêncio divide o corredor com o tempo ambos trôpegos quase abraçados espalham grossas pa...