domingo, 10 de maio de 2009

a quem interessar posse

nada é meu
meu sorriso
viajou no olhar de outrem
meu olhar perdido na paisagem
não mudou a paisagem

nada é meu
esse poema
é a leitura de alguém

Um comentário:

Anônimo disse...

pronto!
esse vai!

RUA BENFICA

  o mais antigo numa casa antiga é o silêncio divide o corredor com o tempo ambos trôpegos quase abraçados espalham grossas pa...