segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

MAR

mar vasto mar
quem te alagou
não cogitou chorar
nem acredites ser
todo esse sal suor
mar vasto mar
não passas
de um vasto urinol

Nenhum comentário: