terça-feira, 1 de julho de 2014

BORBOLETAS CAÍDAS

descobri algo mais triste que o silêncio
borboletas caídas
penduradas nas rugas da rua
suas cores misturadas ao asfalto
o voo interrompido
não sei por qual motivo
talvez a nostalgia da lagarta

Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...