quinta-feira, 17 de setembro de 2009

pane seca


o combustível da palavra é a fome
quem emudece diante da comida
sabe do que estou falando
o falar da poesia é outro
quem se cala
diante da página em branco
sabe do que estou falando
o combustível da idéia é a palavra
quem carrega perdas sobre os ombros
sabe do que estou falando
é vária a fome que te vara
é vária a comida que te invade
o vário alimento que te fecunda
a palavra que te cabe

Nenhum comentário: