terça-feira, 16 de novembro de 2010

ARTÉRIA

respiro
e não alcanço o mundo
mesmo demonstrando minha artéria
toda a ilusão é inacabada
como a velha dor
que se instala
entre a narina
e a flor que me empala

Nenhum comentário: