quinta-feira, 25 de novembro de 2010

LIMITE

o nível da minha tristeza
ultrapassou o limite
não cabe nesse poema

quem quiser ficar triste
abra as janelas
veja que o mundo existe

Nenhum comentário: