sexta-feira, 19 de novembro de 2010

OS MODOS DE USAR

eu fiz de tudo para não enlouquecer
mordi todas as luzes
e permaneci escuro
apaguei todas as cruzes
e não reverti os corpos
eu fiz de tudo
ergui furos sem alicerce
e desamparei minhas quedas
forjei no sonho outra cabeça
e fiz do corpo janelas
eu fiz
uma lucidez que não vou usar

Nenhum comentário: