sexta-feira, 26 de novembro de 2010

BEIRADINHA DE SUPETÃO

quando a América do Sul
moveu a minha língua
tornou de sangue as palavras
e o que parecia ser a curva
de uma idéia
necessária

quando a América do Sul
cruzou o meu cu
eu estava assoberbado
e os homens e as plantas e as cores
transbordaram
tornaram-me esse
pacífico oceano

Nenhum comentário: