sexta-feira, 29 de junho de 2012

PERDIDO

a chuva vem ao meu encontro
enquanto estou desabrigado
meus sapatos sustentam meu peso
o peso da água
e o peso das nuvens
a chuva apaga o meu rastro
jamais serei localizado

Nenhum comentário:

OXÍMERA E A SUA OBRA

Oxímera construiu um desenho no piso do quarto para isso precisou afastar a cama exibindo assim o lixo que estava ali acumulado ela ...