segunda-feira, 11 de junho de 2012

SALITRE

quem não tem o mar
para chorar
não tem onde guardar
o sal da lágrima
por dentro
salga a alma e a estica
num lugar
onde o sol
não possa alcançar

Nenhum comentário: