quarta-feira, 22 de maio de 2013

A POESIA NÃO SERVE PARA NADA (RECITATIVO)

não se preocupe
mesmo sem certeza vai ser assim
não pense que pensar vai mudar alguma coisa
não pense
não se iluda com a curva do relógio
o tempo tem um ponto bem no meio

não se preocupe
continue administrando os ossos sob a tua pele
administre o sangue sob a tua pele
enquanto isso alguém adestra a tua alma
e o coração é apenas um músculo
que te ensina a pensar em segredo

a poesia não serve pra nada
a poesia não apaga incêndios
não grita quando está ferida
não sabe os gestos das árvores
não ergue homens nem afaga
a poesia não aparece nem quando o silêncio cresce
a poesia deveria estar aqui
mas só restaram as palavras

Nenhum comentário: