quinta-feira, 30 de maio de 2013

DIMINUINDO A PAISAGEM

os sentimentos que me viam
cavaram minha ausência
como se arrancando a minha pele
diminuísse a paisagem
dentro do saco de músculos
os ossos provocam um barulho ensurdecedor
talvez por isso o mundo nunca durma
e deixe para mim
todos os seus sonhos

Nenhum comentário: