segunda-feira, 13 de maio de 2013

DIA DAS MÃES HUM

a última vez que vi minha mãe
ela não me dirigiu o olhar
seus olhos estavam perdidos
entre alguma árvore
e o muro do hospício
imaginava um salto imaginário
a partir de algum galho
imaginava a razão
da necessidade de razão
para não estar ali
entendi seu peso
e o carrego nas costas
de cada poema

Nenhum comentário: