terça-feira, 24 de abril de 2012

CAL

todos bebem a minha cal
menos as paredes
todos querem o meu caos
menos a minha sede
onde termina o tronco
as vezes é a raiz
outras vezes é a copa
onde começa o tronco
ninguém sabe
muitas vezes uma poda
faz a copa parecer raiz
muitas vezes só um sopro
faz uma floresta infeliz

Nenhum comentário: