segunda-feira, 16 de abril de 2012

FALHAS NO PAPEL

eu sempre quis
escrever abril
sem utilizar lápis ou caneta
consegui escrever abril
usando uma pena
que arranquei das asas de um anjo
dizem que os anjos não existem
a poesia também não existe
falhas no papel
produzem essas palavras

Nenhum comentário:

RUA BENFICA

  o mais antigo numa casa antiga é o silêncio divide o corredor com o tempo ambos trôpegos quase abraçados espalham grossas pa...