quinta-feira, 11 de abril de 2013

A NOITE AO REDOR

a noite cresce
ao redor da minha cabeça
e assim permanece
o dia todo
os tolos demonstram a dor
entoando baladas
eu simplesmente grito
sem usar palavras
quem decifrar meu grito
entenderá o infinito


Nenhum comentário: