quinta-feira, 4 de abril de 2013

BUGANVÍLIAS

assim as buganvílias
escutaram
assim como as flores escutam
colorindo olhos que desconhecem
perfumando espaços
que nunca vão percorrer
entoando um sangue
que nunca vão perdoar
desejando uma pele
que não entendem
assim elas escutam
sons parecidos com palavras
formando objetos
roubados dos sonhos

Nenhum comentário: