quarta-feira, 25 de setembro de 2013

O POSSÍVEL PARA ME COMOVER

até o final desse poema
farei o possível
para me comover
começarei utilizando palavras
depois imagens
acrescentarei alguns silêncios
farei o possível
para não fugir do assunto
agora eu posso dizer
que a minha dor
brilha no escuro
como estou cego
e sem braços
apenas sonho
você que alcança o brilho
retire a minha dor
para a luz

Nenhum comentário: