sexta-feira, 16 de março de 2012

AMPULHETA

meus sonhos
desenhados num mapa
alma que se desmancha
na ampulheta
o tempo preso
ao calcanhar do nada
o espaço que não sabe
ter certeza

Nenhum comentário: