quarta-feira, 21 de março de 2012

COMO CORTAR OS PULSOS

essa aura cheia de cor
cruzou a linha do equador
antes que em mim nascessem os braços
pensar o corte após a morte
pensar o poema como um abraço
não vai alterar o timbre
de todas as coisas que eu sinto
mesmo assim mergulho
mesmo sabendo que serei
apenas mais um entulho
boiando em direção ao local
de onde o mar foi retirado

Nenhum comentário: