quinta-feira, 20 de junho de 2013

MINHA FALTA

às vezes sinto a minha falta
em que parte da casa ou da rua
fiquei escondido de mim
em que parte da vida me perdi
em que parte da luz me apaguei
em que parte do mundo me deixei
onde me larguei
onde me misturei aos detritos
ao lixo
onde permaneci fixo
ou segui em frente
sempre sem mim
onde me encontrarei
se por acaso eu me encontrar
e me reconhecer
neste momento
sentirei mais a minha falta
quando me desconhecer

Nenhum comentário:

OXÍMERA E A SUA OBRA

Oxímera construiu um desenho no piso do quarto para isso precisou afastar a cama exibindo assim o lixo que estava ali acumulado ela ...