quarta-feira, 16 de outubro de 2013

BATER DE UM CORAÇÃO

nada vale o bater de um coração
mesmo suave
mesmo de leve
quase breve
vale o intervalo
entre uma batida e outra
talvez
a vida nos espere
em algum lugar
onde nunca vamos chegar

Nenhum comentário: