quinta-feira, 10 de abril de 2014

DISFARCE

estou tão feliz
que não me atrevo
a turvar a superfície do espelho
ponho as mãos na face
e escondo o meu disfarce


Nenhum comentário:

AQUELES DIAS DE DESESPERO

  tem dias que bate um desespero uma vontade de arrancar os cabelos até os pentelhos vontade de correr nua pelas ruas ampliar o co...