quinta-feira, 10 de abril de 2014

POEMA PERDIDO

não tenha nojo
não tenha medo
esse objeto viscoso
visto assim de perto
parece um amontoado de palavras
mas é apenas um poema que se perdeu


Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...