sexta-feira, 4 de abril de 2014

O AMOR ENTUPIDO

meu amor está entupido
não há o que fazer
projetei um fio de delírio
a partir do sonho
tentando alcançar o outro lado
debalde
agora sustento essas tripas
retas no ar seguram pipas


Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...