sexta-feira, 13 de maio de 2011

HOMEM AO REDOR DO MURO

o homem ao redor do muro
misturado aos arbustos
sua sombra liga o sol ao mundo
queria ter a melhor palavra
secreta silêncios em gotas
sua melhor atmosfera
perder o que lhe acolhe
o muro que rodeia não precisa
do alicerce fácil
rompe o espaço para os lados
como se respirasse
o homem misturado aos arbustos

Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...