segunda-feira, 16 de maio de 2011

PARECE LIMITADO

parece que não cabe nada
dentro de uma pessoa
limitada pela altura
pelo peso
pelo gesto que a comporta no espaço
independente disso
os poros liberam suor
os olhos liberam lágrimas
e por mais que ela se olhe por dentro
não alcança o fim de tudo que está sentindo

Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...