segunda-feira, 30 de maio de 2011

SUPÉRFLUAS

as luzes supérfluas
escorrem pelo corpo
acumulam aos pés a sombra
as luzes precisas não escorrem
encontram no corpo
o motivo da fala

Nenhum comentário:

RUA BENFICA

  o mais antigo numa casa antiga é o silêncio divide o corredor com o tempo ambos trôpegos quase abraçados espalham grossas pa...