sexta-feira, 17 de junho de 2011

MARULHO

o movimento do barco tornou obtuso o abismo de água
o barco navegando no meu olho
sem passageiros
mostra o quanto é impossível essa paisagem
ver nem sempre é o melhor tesouro
ser visto embriaga o pensamento do outro
entre a quilha e o fim da água
exponho o meu tesouro

Nenhum comentário: