segunda-feira, 6 de junho de 2011

TORNIQUETE

o amor rasgou a tarde
pelo lado errado
o sangue não saiu
pelo lugar devido
e o que se esperava da dor
tornou o pulso inevitável
caminho de volta

Nenhum comentário: