terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

QUERIA SER FLOR

a flor no lugar da face
foi o que recebi
respiro essa cor
exalo fácil
água estreita em minhas veias
provoca meus membros
para o alto
queria ser flor
mas não sou calmo
arrasto a raiz
sem dar um passo

Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...