sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

DESEJO SUBMERSO

as coisas com que brinco
sempre pontiagudas
uso luvas
e as mãos de outras pessoas
abraçado ao brinquedo
meu desejo perfurado
afunda
ninguém percebe
outra parte do meu corpo
que não vai ser recolhido

Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...