segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

JANELAS FECHADAS

a poesia funciona
como janelas
quem passa lá fora
não as enxerga
escuta o barulho das palavras
que não necessitam de alfabeto

Nenhum comentário:

BEIRA DO LUGAR

vou aonde me cabe onde me sobra aonde me cobra estar por fora vou aonde me acende onde me entende onde me aguarda estar ausente vou aonde me...