quarta-feira, 12 de março de 2014

CHUVA

a chuva se precipita
em desespero
quase uma nuvem paralisada
que não suporta o branco
da sua pele
e se desmancha em água

Nenhum comentário:

AQUELES DIAS DE DESESPERO

  tem dias que bate um desespero uma vontade de arrancar os cabelos até os pentelhos vontade de correr nua pelas ruas ampliar o co...