terça-feira, 18 de março de 2014

DESENTENDIMENTOS

entendo o que for possível
a placa requer uma interpretação
fora do meu alcance
os sinais
as palavras
não significam o que eu preciso
o mundo passa tão devagar
movo o meu silêncio como posso
abro outros orifícios no meu corpo
e ainda não me caibo


Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...