sexta-feira, 14 de março de 2014

DESCOLADO

me sinto descolado do mundo
o mundo está longe e solto
pessoas passeiam igual ao vento
desmancham meus cabelos
conversam com a minha alma que se arrasta
uma âncora que perdeu o juízo
não enxergo o mundo com meus olhos
uso palavras e todas são cegas

Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...