quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

ESTÁTUA

a tarde caiu
mas não senti nas minhas costas
a linguagem adiante
as bocas parecendo fáceis
caminhei até onde era possível
agora imóvel espero os pássaros
e as fotos guardadas nas máquinas
vão me remover

Nenhum comentário: