sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

CAFÉ DA MANHÃ DO CAVALO

cercado de capins e com fome
solto na manhã antes do sol
abocanha a refeição e a arrasta com força
mastiga e rumina
seu pensamento e a comida
misturam-se com o cheiro de tudo
que a manhã exala
o sol nem vai estar nas suas costas
quando parar de comer
nem vai estar seu pensamento
alguém vai direcionar o seu caminho
montá-lo ou prendê-lo a algum veículo
a exemplo do poeta
alguém vai pensar em seu lugar

Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...