segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

CASA SEM JANELAS

enquanto caminho
ouço o barulho das palavras
elas estão soltas
entre a minha pele e a tarde
estão me contando
as minhas partes
em ordem decrescente
temo pelo meu começo
canto alto
espero atrapalhar a contagem
ou promover um ódio
que não vai me prejudicar em nada
nenhum sentimento me prejudica
estou do lado de fora
e não sei como entrar

Nenhum comentário: