segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

PURGATÓRIO

quem come céus
caga nuvens
quem come som
caga música
quem come palavras
caga poesia
quem come gente
caga almas
quem come flores
caga a primavera
quem come chuva
caga enxurrada
quem come silêncio
caga solidão
quem come azul
caga o céu
quem come luz
caga o sol
quem come cantos
caga passarinhos
quem come ódio
caga sozinho

Nenhum comentário:

RUA BENFICA

  o mais antigo numa casa antiga é o silêncio divide o corredor com o tempo ambos trôpegos quase abraçados espalham grossas pa...