terça-feira, 10 de dezembro de 2013

QUERO SILÊNCIO

não me estraguem com palavras
se querem me estragar
tragam silêncios
de preferência
repletos de ruídos
costurados por dentro
apenso uma faca cega
e pouco tempo

Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...