terça-feira, 3 de dezembro de 2013

DEZEMBRO

troquei a codeína
pela cocaína
os sonhos não me protegem
melhor manter-me aceso
roçando a cabeça nos pavios
dezembro chegou antes da hora
desorganizou a madrugada
como se soubesse mentir
respiro com menos dificuldade
do que vivo
finjo que bocejo para enganar a tarde
a noite cai aos pedaços
nunca recebo a melhor parte

Nenhum comentário: