terça-feira, 4 de outubro de 2011

EUROPA

o que me faz frio
não tem volta
sua clara costa
perdeu minha vista
chego ao cume
sem usar a cabeça
a nuvem cobre
o meu rastro
para encontrar meu caminho
não me aqueça

Nenhum comentário: