sexta-feira, 21 de outubro de 2011

MEU VENENO

eu te amo
como quem morde
a própria morte
e o veneno
que inoculo
torna o mundo
a parte da chuva
mais forte

Nenhum comentário:

RUA BENFICA

  o mais antigo numa casa antiga é o silêncio divide o corredor com o tempo ambos trôpegos quase abraçados espalham grossas pa...