quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

DEZ BOCAS

se dez bocas eu tivesse
por nenhuma delas eu sorriria
também não as tornaria poço
onde se joga comida
ou permitiria beijos insossos
ou sopros de vida
se dez bocas eu tivesse
por nenhuma delas eu falaria
guardaria as palavras
onde a garganta se perde do dia

Nenhum comentário:

NATIMORTO

  todo poeta nasce morto isso explica sua briga inútil com a vida usa palavras e delas se defende se transforma em estátua quand...