terça-feira, 7 de janeiro de 2014

QUASE A FELICIDADE

feliz de quem entende
de onde as palavras
se desprendem
e porque elas fazem esse ar
de quem estende
ao chão a pele
ao sair do lugar
feliz de quem estende
as palavras
como se fosse
a própria pele
sem precisar dos ossos
para caminhar

Nenhum comentário: