terça-feira, 19 de julho de 2011

CÉU PARISIENSE

não vejo o céu de Paris
não vejo o solo
não vejo pessoas
nem fogo
nem luzes
Paris se vestiu de branco
as pessoas aquecidas
sob o frio
são o sangue dessa cidade
sangue que circula
sem coração

Nenhum comentário: